segunda-feira, setembro 20, 2021
19 C
São Paulo

Categorias de Motocross: Diferenças, Regras e Modalidades

Todo entusiasta do motociclismo off road deve conhecer as categorias de motocross e entender as suas diferenças, especialmente se tem vontade de entrar para o esporte.

Existem, hoje, diversas modalidades de motocross, cada uma com suas regras e motocicletas específicas. Algumas são mais focadas no aspecto off road, como a MX1, enquanto outras são mais focadas em pistas com obstáculos, como a MX3.

Entenda a diferença entre as modalidades de motocross no texto a seguir! Boa leitura!

Quais são as categorias de motocross?

O Motocross é uma modalidade desportiva de motovelocidade praticada em motocicletas do estilo off road e frequentemente abreviado para MX ou MotoX.

Dentro do esporte, ainda existem, de modo geral, dois tipos de modalidades, que se diferenciam pelos obstáculos na pista, pelas motos utilizadas e pela duração das corridas: o Motocross e o Supercross.

Entenda a diferença entre os dois a seguir:

MX1: O que a nomenclatura significa no motocross

Na categoria MX1, as motos são mais pesadas, mais brutas e com muito mais motor. Essa diferença nos termos de pilotagem torna a modalidade mais perigosa do que as demais, já que as motos conseguem acelerar muito mais rápido.

Trata-se de uma competição com um tempo mais longo e com obstáculos do circuito fechado mais naturais, que se aproveitam de terrenos acidentados e molhados.

Também há uma grande variedade de saltos, curvas, retas e costelas (pequenas lombadas), sendo que, na linha de chegada, há um grande salto denominado “table top” (tampo de mesa), um desafio que testa ao máximo a habilidade dos pilotos.

Essa categoria aceita motocicletas com motor em 2 tempos de até 250 cilindradas e motor em quatro tempos de até 450 cilindradas.

A MX1 também soma pontos para a Copa do Brasil e Brasileiro de Motocross e pilotos acima de 18 anos já podem participar.

Categoria MX2

Já na MX2 as motos costumam ser mais leves, mais maleáveis e mais fáceis de pilotar. Entretanto, trata-se de uma categoria que exige mais preparo físico aeróbico por parte do piloto, já que é necessário andar o tempo todo no limite e sem tirar a mão.

Também conhecido como SuperCross Lites, a competição aceita motocicletas com motor em 2 tempos de até 125 cilindradas e motor em quatro tempos de até 250 cilindradas.

Essa categoria soma pontos para a Copa do Brasil, Brasileiro de Motocross e para o Catarinense de Motocross. Pilotos entre 14 e 23 anos podem participar da competição.

Categoria MX3

Por fim, a categoria MX3, também conhecida como SuperCross, o foco está no espetáculo, com circuitos fechados e pistas mais curtas, feitas com obstáculos artificiais.

Ou seja, na MX3, há uma quantidade maior de rampas, desenvolvidas por projetistas especializados.

Como o Supercross surgiu nos EUA, os obstáculos e pistas são mais semelhantes aos dos estádios norte-americanos, fazendo com que os saltos e aterrissagens sejam bem mais estimulantes e agressivos, excitando ainda mais o público que veio assistir.

Nessa categoria, são aceitas motocicletas com motor 2 tempos até 500 cilindradas e motocicletas com motor 4 tempos até 450 cilindradas.

Campeonato Brasileiro de Motocross

modalidades do motocross

O Campeonato Brasileiro de Motocross é organizado e supervisionado pela Confederação Brasileira de Motociclismo e conta com 12 classes: a Elite MX, MX1, MX2, MX3, MXF, MX4, MX5, MX2JR, MXJR, 65cc e 50cc.

Confira a seguir as principais regras, os principais atletas e o salário de um piloto de motocross:

Regras do motocross

Em primeiro lugar, a participação, em todas as categorias, é restrita a pilotos que sejam portadores de uma licença válida da CBM para o ano da competição.

Todas as classes também permitem a participação de pilotos estrangeiros, entretanto, embora eles possam concorrer a troféus e premiações, eles podem participar como convidados, ou seja, não marcam pontos no campeonato.

Cada uma das categorias citadas acima aceita motos com características específicas e elas são restritas de acordo com a idade, com competições restritas para crianças de 5 a 12 anos (as categorias 50cc e 65cc).

Também existem categorias em que mulheres podem participar (MXJR, Nacional Pró, MX3) e categorias exclusivas para mulheres (MXF).

Atletas do Motocross

Em 2021, um atleta que demonstra um grande desempenho em campeonatos ao redor do mundo é José Felipe, que tem vencido competições sem dar chances aos adversários.

Também conhecido como Tigre, o piloto se destacou no campeonato argentino e no campeonato cordobés de motocross.

Qual o valor do salário de um piloto de motocross?

O salário de um piloto de motocross pode variar bastante de acordo com as competições que participa, se é contratado de alguma empresa ou se participa dos campeonatos por conta própria.

Pilotos que são contratados por empresas, esses pilotos podem ganhar um salário interessante, fora o que podem ganhar com publicidade, mas isso varia muito de atleta para a atleta, bem como os prêmios que ganha e as competições que participa.

Mundial Motocross (MX)

categorias mundial motocross

O Campeonato Mundial de Motocross, também conhecido como FIM Motocross World Championship, é o principal campeonato de motocross do mundo, sendo dividido, atualmente, em duas categorias: MXGP e MX2.

As corridas tem duração de 30 minutos e duas voltas e o campeonato conta com uma série de 18 eventos com duas corridas por classe a cada round.

Conclusão

Como vimos ao longo do texto, existem diversas categorias de motocross, especialmente quando estamos falando sobre o campeonato brasileiro.

De maneira geral, existem dois tipos de categorias de motocross, o motocross regular, representado pela categoria MX1, e o Supercross, representado pelas categorias MX2 e MX3.

A grande diferença entre o motocross e o supercross é que, enquanto o motocross foca mais no aspecto off road do esporte, o supercross está mais interessado em criar obstáculos que exigem mais preparo físico aeróbico e que forneçam um show a mais para os espectadores.

No Brasil, o Campeonato Brasileiro de Motocross é supervisionado pela Confederação Brasileira de Motociclismo e conta com categorias para todos os sexos e idades.

E aí? Gostou do texto? Então aproveite para conhecer mais do Portal MX!



Portal MX

As mais lidas...

Notícias Relacionadas

close