domingo, janeiro 23, 2022
25.6 C
São Paulo

Kawasaki KLX 230: uma moto trail raiz que queremos no Brasil

Mais uma novidade do universo das duas rodas foi apresentada no Salão de Milão (EICMA). Desta vez, ficou por conta da Kawasaki revelar uma versão atualizada de sua moto trail raiz, a KLX 230 SE. Apesar dela fazer parte de uma linha presente no Brasil, o modelo não integra o catálogo no país. Mas bem que poderia ser interessante para o nosso mercado.

A Honda CRF 230 saiu de linha, mas a CRF 250F representa bem a marca no segmento

A clássica moto de trilha da Kawasaki nos recorda da saudosa Honda XR 200F que foi comercializada no Brasil entre 1994 e 2003. Também não podemos esquecer da CRF 230F que ficaria na mesma faixa de potência da trail raiz da Kawasaki. 

Veja também:

Moto trail raiz: Kawasaki 230

moto trail

A Kawasaki KLX 230 SE é uma boa pedida para o piloto que procura um modelo com itens de série além de cores e grafismos estilosos

A Kawasaki lá fora já oferece a  KLX 230, a KLX230R (que possui itens de série como protetor de cárter e de motor, como ocorre nos modelos R no Brasil) e a  KLX230 S. A linha S é destinada para pilotos mais baixinhos! Assim, a nova altura do assento do modelo S mais baixa do que a KLX 230 ABS (830,58 mm na versão S e 883,92 no modelo tradicional).

Dessa forma, a novidade mostrada no Salão de Milão foi uma versão SE da moto trail Kawasaki. Esse modelo é uma edição especial com os seguintes componentes novinhos em folha: protetores de mão, guidão cônico, placa protetora, coberturas de moldura e jantes pretas anodizadas.

O modelo esta disponível em duas cores

Como é possível perceber pelas fotos, o modelo ganhou duas opções de cores especiais além de adotar novos gráficos que chamam a atenção. Além disso, os aros em pretos e todos os itens de série ditam um tom mais premium para uma moto trail raiz

 

Motor confiável

O modelo possui o mesmo motor das irmãs KLX 230 S, KLX 230 e KLX 230F

Assim, a Kawasaki optou por não mexer no motor da nova SE. Dessa forma, o propulsor que a alimenta é refrigerado a ar, SOHC, duas válvulas e 233 cilindradas além de uma transmissão de seis marchas. 

Continuando no conjunto, o modelo também permanece com roda dianteira de 21 polegadas e traseira de 18, enquanto o  garfo continua convencional de 37 mm e o amortecedor equipado com articulação Uni-Trak.

 

Moto trail interessante para o Brasil

Bem, o modelo seria interessante para o Brasil com um preço competitivo com o mercado local

Caso viesse ao Brasil, a Kawasaki 230 não teria nenhuma concorrente direta, afinal seria a única ‘trail raiz’ à venda por aqui. Suas rivais seriam as Honda XRE 300 e Yamaha Lander 250, ambas com propostas mais voltadas ao conforto, conjuntos maiores e profusão de plásticos.

Para finalizar, o preço. Nos Estados Unidos a Kawasaki KLX 230 custa 4.999 dólares, cerca de R$ 28 mil em conversão direta. Claro que o cálculo é prejudicado pela desvalorização da nossa moeda. Já pensou ter uma Kawa para enfrentar o rali urbano e qualquer aventura longe do asfalto?



Portal MX

As mais lidas...

Notícias Relacionadas

close