domingo, setembro 27, 2020
20.5 C
São Paulo

10 técnicas para pilotar nas trilhas com perfeição

Buracos, troncos, pedras e raízes são alguns dos obstáculos que enfrentamos quando pilotamos nas trilhas. Mas não é só de problemas que elas são feitas. As retas longas fazem com que a adrenalina fique a mil, deixando qualquer um louco para acelerar um pouco mais e pilotar nas trilhas com perfeição. Para fazer isso, fique atento a alguns elementos e garanta uma direção de qualidade.

Atenção aos pontos cegos

Alguns exemplos são as árvores e o mato que podem esconder outros pilotos ou até mesmo animais. Então, seja cuidadoso neles e, se você não enxergar o que está pela sua frente em algum momento da trilha, reduza a velocidade.

Não exagere no barulho

Pois isso pode atrapalhar as outras pessoas que estão a sua volta. Instale um silenciador de escapamento.

Atente-se aos sinais

Se está em grupo, mostre para quem vem do lado oposto quantas pessoas estão atrás de você. Por exemplo, num grupo de seis pessoas em que você é o líder, sinalize com cinco dedos e o próximo deve mostrar quatro dedos e assim por diante – até o último levantar o punho fechado.

Cuidado com a velocidade

Diferentemente do Motocross, ao pilotar nas trilhas, você precisa tomar cuidado com obstáculos. Por isso, evite acelerar sem motivo para não machucar ninguém – e nem a si mesmo.

Fique esperto com bifurcações

Nem sempre todos decoraram o destino ou têm mapas para se guiarem. Aproveite para esperar por eles e até para checar se alguém precisa de alguma coisa.

Em caso de acidente, não se desespere!

Carregue um kit de primeiros socorros para você e para a moto. Se está em grupo, combine um lugar para se reagrupar, caso alguém se perca. Escolha um local onde seja possível pedir informações para outras pessoas – pilotos ou moradores da região.

Mantenha-se na posição certa

Fique de pé para ter mais controle da moto, além de uma visão melhor. Aperte o tanque da moto com os joelhos, deixe o abdômen durinho e olhe para frente. Assim, não há chances de erros e você vai pilotar nas trilhas com perfeição.

Enfrente as subidas aos poucos

Não seja nem muito lento, nem muito rápido. O ideal é engatar a marcha mais baixa com o giro um pouco mais alto, buscando o torque do motor. E coloque o corpo mais para frente da moto enquanto você está de pé.

Deixe os dedos indicadores sobre os manetes

Inicialmente, eles vão doer e você vai achar muito ruim, porque terá a impressão de que não consegue segurar o guidão direito. Mas se eles ficarem certinhos, as reações são mais rápidas. O mesmo vale para a embreagem.

Nada de desespero em saltos inesperados

Quando chegar ao obstáculo, faça um pouco de força puxando o guidão para cima, evitando que a frente caia. O jeito certo de cair é com a roda traseira ou com as duas juntas.

Bônus

O que faço no barro? Fique com uma velocidade reduzida, mas o giro do motor alto para que o pneu se mantenha limpo e não fique preso nas canaletas.

E na areia? Deixe a roda da frente mais leve, inclinando o corpo para trás, o que vai dar mais tração à moto.

E nas pedras? Aumente o peso na roda dianteira para evitar que ela saia. Se for uma decida, fique mais atrás no banco e freie com a roda traseira. Assim, você evita que a roda dianteira trave e você caia no chão.

E mais…

As mais lidas...

close