segunda-feira, novembro 30, 2020
21.5 C
São Paulo

Veja os resultados da décima etapa do Ama Supercross 2016 em Toronto

450

O piloto Justin Bogle saiu “voando” no início da competição e logo caiu, causando problemas para alguns outros participantes, como Jason Anderson, Blake Baggett e Chad Reed.

Ryan Dungey ficou na dianteira, mas logo foi ultrapassado por Elic Tomac. Ken Roczen ficou na segunda possição e Dungey caiu para o terceiro lugar. Depois, Roczen assumiu a dianteira na baterial final após ter dado um blockpass em Tomac.

Na volta número cinco, Tomac teve um pequeno deslize e Dungey o deixou para trás. Duas curvas depois, Tomac retomou a segunda colocação. Mas, nem tudo para por aí! Na nona volta, Dungey atacou mais uma vez e assumiu a segunda posição.

Por fim, Marvin Musquin enconstou em Tomac e roubou a terceira colocação do piloto na décima volta. Após seis voltas, Cole Seely ultrapassou Tomac.

Veja os resultados:

450_toronto_2016

Fonte: Ama Supercross.

250

Na frente, saiu Matt Bisceglia. Depois, Shane McElrath, Alex Frye, Justin Hill e Tyler Bowers surgiram na sequência. Malcolm Stewart, um dos candidatos ao título, caiu logo no começo da corrida e teve que se recuperar aos poucos. Por isso, perder muito tempo e acabou ficando em sexto lugar.

Nas cinco voltas iniciais, Bisceglia perdeu terreno. Enquanto isso, McElrath e Hill estavam na liderança até que o primeiro parou para mudar sua roda traseira.

Outro que caiu na largada e teve que brigar pelas primeiras colocações foi Jeremy Martin. Na décima primeira volta, ele ficou em segundo lugar. E, como estava a 20 segundos do primeiro lugar, não pode fazer muita coisa para brigar pela conquista da vitória. Com tudo isso, Martin está na liderança do campeonato na 250 Costa Leste.

250_toronto_2016

Fonte: Ama Supercross.

Com informações do BRMX.

As mais lidas...

close