domingo, setembro 27, 2020
20.5 C
São Paulo

Aprenda a escolher o capacete ideal para você

Existem diversos tipos de modelos, marcas, tipos, cores, estilos e estampas de capacetes. Por isso, é muito comum ver motociclistas em dúvida quando o assunto é escolher o produto certo. Além do preço no mercado, você deve levar em consideração a resistência, o conforto e se ele possui o selo do INMETRO, que comprova que o equipamento passou por todos os testes de impacto e segurança. Também é muito importante levar em consideração qual o capacete certo para cada situação vivida por você. Para não ter erro, confira a lista abaixo para que você não passe aperto na hora de escolher o seu:

Capacete on-road

De acordo com um estudo feito pela Escola Paulista de Medicina, 68% das lesões graves com motociclistas são na cabeça e um capacete bom pode ser a diferença entre a vida e a morte, sem contar que ele é obrigatório no país. Se você não sabe, existem três tipos de equipamentos nessa categoria: aberto, fechado ou integral e articulado ou escamoteável.

+ veja nosso guia de capacetes e dê sua Opnião!
+ Reviews capacetes até R$350,00
+ Reviews capacetes até R$500,00
+ Reviews capacetes até R$700,00
+ Reviews capacetes até R$1200,00

Aberto

Este modelo não protege o rosto do motociclista apesar de ser um dos mais atrativos. Apesar disso, o capacete é mais confortável e bem mais arejado. Se você escolher essa opção, saiba que é obrigatório usar óculos especiais, que protegem os olhos de sujeita e detritos.

Integral ou fechado

Um dos modelos mais seguros, o capacete integral ou fechado protege você de acidentes ou de qualquer tipo de contato com insetos, pedras ou plantas. Atualmente, existem produtos com sistemas de ventilação internos, que amenizam as altas temperaturas. E não se esqueça de sempre checar a viseira do equipamento na hora da compra. Aqueles com viseira fumê só podem ser usados de dia, pois a cor prejudica a visibilidade durante a noite.

Articulado ou escamoteável

Esta opção, conhecida como mista, possui viseira móvel, que pode ser levantada. Por isso, ela garante mais comodidade para o piloto, pois ele pode conversar, verificar placas ou fazer outras coisas sem ter problemas com os olhos. Ele também é o tipo mais pesado de capacete.

Capacete off-road

[smart-product id=”2901″ border=”false” interval=”800″ style=vintage]

Para quem pratica Enduro, Motocross, Rally, trilhas e Freestyle, existe um modelo específico para não passar sufoco. O principal diferencial dele é a queixeira alongada, que dá proteção extra para o piloto se ele cair. Isso sem contar as abas especiais que protegem os olhos da luz do sol e garantem o conforto da pessoa.

E não se esqueça de utilizar os óculos de proteção, porque eles são obrigatórios. Se você sempre participa de corridas mais longas, fique atento ao peso do equipamento também. Uma opção mais leve pode ser cara, mas ela com certeza fará a diferença no resultado final das competições.

Tipos de material

No geral, esses equipamentos são feitos de plástico injetado ou composto de fibras sintéticas. Os primeiros são mais baratos, só que não fornecem uma proteção total ao piloto. Vale lembrar que neste caso, se o capacete bate no chão, ele pode quicar várias vezes. Isso é conhecido como o efeito mola, que absorve menos impacto. Já os segundos (feitos de fibra de vidro, de carbono, entre outros). além de serem fabricados em menor escala, eles oferecem maior capacidade de absorção de impacto, pois o material se reconstitui mais rápido do que o plástico.

Fecho

A cinta jugular com sistema de engato rápido é mais prático. Mas, ele pode sofrer um certo desgaste e pode abrir em um acidente. O fecho com anel duplo traz mais segurança, entretanto, ele é bem mais trabalhoso para fechar e abrir. Não importa qual você utiliza, é essencial que a cinta jugular fique bem afivelada e com a tira encostando no pescoço. Se tiver alguma folga, o capacete pode sair em um acidente.

Acerte no tamanho!

Antes de qualquer coisa, tire as medidas para saber qual o tamanho certo de capacete para você. Passe a fita métrica acima das sobrancelhas e próximo a ponta superior das orelhas. Confira a relação de tamanhos:

  • Entre 53cm-54cm: XS
  • Entre 55cm-56cm: S
  • Entre 57cm-58cm: M
  • Entre 59cm-60cm: L
  • Entre 61cm-62cm: XL
  • Entre 63cm-64cm: XXL

Outro ponto importante é experimentar o capacete dentro da loja para verificar o ajuste certo. Ele não pode ficar largo demais, nem muito apertado. E preste atenção: não tem problema sentir um leve desconforto no início, pois o forro do equipamento diminui e vai se adequando ao formato da sua cabeça.

Dicas de ouro

  • Use capacetes que tenham forros removíveis e que sejam feitos de material antialérgico e antibactericida.
  • Modelos com cores brilhantes são boas opções. Não é algo obrigatório, mas o tom do equipamento dá mais destaque e os outros pilotos enxergam onde você está.
  • O capacete precisa encostar no couro cabeludo e as almofadas laterais devem ficar perto das bochechas. Não deve haver nenhum espaço entre o equipamento e a cabeça..

Com informações do MxParts, do Moto e do Infomoto.

As mais lidas...

close